Raças Portuguesas – Cão de Água Português!

 

01

 

A origem desta raça é bastante antiga e obscura. A primeira referência conhecida ao cão d’água é de um texto escrito por um monge, que em 1297 descreveu um salvamento de um marinheiro por um cão com “pêlo comprido e preto, tosquiado até à primeira costela, com um tufo na ponta da cauda”, que é um padrão de tosquia comum nesta raça. Uma gravura do início do século XIX, que retrata a chegada do Rei D. Miguel de Portugal à praia de Belém, mostra um cão d’água a nadar em direcção ao barco do Rei.

Por ser um excelente nadador foi utilizado pelos pescadores portugueses, como ajudante nos barcos, levando cardumes de peixes às redes, recuperando objectos caídos à água, levando mensagens entre barcos e entre a terra e o mar entre outras diversas actividades relacionadas com o mar.

Com o avanço da tecnologia também ao nível das pescas, o seu trabalho foi ficando obsoleto tendo ficado desaparecido na primeira parte do século XX.

Em 1981, chegou a estar registado no Livro do Guinness como a raça de cães mais rara do mundo. Foi salvo da extinção pelo trabalho dedicado de diversos criadores, que, a partir dos anos setenta, preservaram a raça com grande esforço e determinação, assim como pelo trabalho da associação da raça, a Associação para a Protecção do Cão de Água Português.

4

 

 

1

 

Classificação: Cães de Água

Origem: Portugal – Algarve

Altura / Peso: Até 57 cm e 25 kg

Variedades de pelagem: O pelo pode ser curto e crespo ou comprido e ondulado. As cores permitidas pela raça são branco, preto, castanho, ou malhada combinando o branco com o preto ou castanho.

Função de origem: Ajudante de pescadores, era utilizado para resgatar os peixes que se soltavam dos anzóis assim como outros objectos que caíam à água.

Principais características: Bastante energético, meigo, simpático, curioso, muito inteligente, sempre desejoso de agradar ao seu dono. É óptimo com crianças e muito sociável com outras pessoas e animais.

Ideal para: Famílias com crianças, ou para quem tem uma propriedade com piscina e que queira um cão brincalhão e aventureiro. É um cão de interior e adapta-se bem a qualquer tipo de casa ou espaço.

 

3Curiosidades:

É o cão português mais popular nos EUA após Barrack Obama ter escolhido um exemplar desta raça para mascote da Casa Branca.

É uma das raças mais adaptadas para ser treinado em resgates e salvamentos no mar.

Cuidados a ter:

Devido ao seu alto nível de energia, o Cão de Água exige ter bastante exercício.

É bastante dependente do seu dono, do quem requer imensa atenção, como tal não gosta de ser deixado sozinho e prefere dormir dentro de casa.

Precisa de permanentes cuidados com o pelo.

2

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *